Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2011

L`Ode Triomphale: a transvaloração da Tekne

Existem espetáculos que nos agradam e outros que nos fazem transcender; esse último é o caso de L´Ode Triomphale, apresentado no Festival de Teatro Cidade de Vitória. Tendo como suporte verbal a poética de Fernando Pessoa, o grupo Theatre D´Or constrói uma proposta insólita que com seu impacto provoca uma reflexão sobre a contemporaneidade tecnológica e o humano que emerge dentro das necessidades, conformações e deformações impostas por essa relação.

O espetáculo, desenvolvido a partir de uma proposta minimalista e intimista, mostra o caráter de resistência e reconstituição do homem num mundo de condicionamentos tecnológicos. O corpo reclama seu movimento, seu imaginário, sua força, seu erotismo. A palavra exige sua pré-existência carnal. A percepção reconstrói seus sentidos afetivos. O humano reedifica sua humanidade. O jogar com os objetos e o brincar com a matéria bruta industrializada e suas possibilidades sonoras, visuais e táteis - com a seriedade existencial que decorre pelo p…

Um arquiteto da barbárie

A percepção demasiada humana dos devotos da procissão marítima de São Pedro deste ano captou - com maior sensibilidade e profundidade - aquilo que o desenho no papel já anunciava: o Cais das Artes é um monstrengo alienígena invadindo a Baía de Vitória. A dispepsia estética gerada na comunidade de pescadores - desabrigados agora de sua paisagem afetiva – é algo que merece pelo menos ser refletido.
Os arquitetos ditos modernos - linha de filiação de Paulo Mendes da Rocha - carregam no bolso com devoção inabalável uma lente Niemeyertiana: enxergam um Planalto Central vazio em todo espaço a ser ocupado. Eles trazem em suas concepções colonizadoras aquela postura avassaladora e violenta de conceber estruturas que tem a obrigação de instaurar “um mundo novo”, no espaço pobre, inválido e inóspito onde são edificadas. A relação afetiva, a visão simbólica e adesão existencial do conjunto humano que interage com esse espaço não existem. Quando muito essas dimensões são avaliadas - pelo intelectu…