Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2017

O "Caos" nosso de cada dia

Definitivamente “Caos” não é um espetáculo para "amadores": é para quem já transcendeu a barreira da puerilidade, para quem tem disposição e coragem – no sentido existencial da palavra - para perceber e se confrontar com as neuroses e absurdos do mundo em que vivemos.
A persistente, indócil e consistente “Cia In Pares” traz com esse espetáculo uma proposta inquietante, instigante, incomodante e visceral em todos os aspectos. Em sua presentificação radical a corporeidade provoca um encontro radical que desvela, muitas vezes, as faces degradadas da nossa própria existência: a vida condicionada, comprimida, intoxicada e escravizada por um sistema indiferente às condições de vida humana e seu espaço vivente. Dentro de um contexto cultural como o nosso hegemonicamente racionalista e, em face do momento político que atravessamos (reacionário e sectariamente moralista) as narrativas simbólicas do corpo – com exceção das com apelo à sexualidade gratuita - ainda são muito pouco d…